Digo Sim

Por Chico Felitti

 -

Blog conta a trajetória de casais que decidiram subir ao altar, em formato de crônica, e traz notícias sobre o mercado matrimonial. É produzido pelo repórter Chico Felitti, que é solteiro.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Jessé e Thays: uma surpresa do tamanho de Times Square

Por chicofelitti

TimesSquare0Thays ouve o pedido de um Jessé gigante (Foto Reprodução)

Não foi Jessé Pires, 23, que pediu Thays Godinho, 20, em casamento há algumas semanas.

Foi uma versão gigantesca do técnico de automação que apareceu ajoelhada, de aliança na mão, num telão do Times Square, praça de Nova York famosa por ter outdoors titânicos.

 A história de como esse brasileiro conseguiu se projetar em um dos espaços publicitários mais caros do mundo, que só mostra garotos-propaganda como Gisele Bündchen e Neymar começar no mar.

Os dois se conheceram em 2011, logo após uma desilusão amorosa de cada lado. “Eu tinha 20 anos, era garotão e queria curtir. Fiz meu aniversário numa lancha em Angra dos Reis”, conta ele. Ela estava na lista de convidadas.

Antes de ir à festa, vasculhou o Facebook do aniversariante. “Não gostei muito do que vi. Tinha uma foto dele sem camiseta, um pouco gordinho, com a barriga caindo”, ri ela.

Na própria lancha começaram a achar semelhanças. “Nós dois somos evangélicos mas estávamos afastados da casa do Senhor, vivendo uma vida mais de loucura”, diz ele.

Tudo rolou bem ao ponto de ele bloquear o ex-namorado dela no WhatsApp, porque o amor do passado não parava de mandar mensagens.

TimesSquareEm Nova York, depois do noivado (Foto Reprodução)

Passaram na casa dele no fim de semana, momento em que ele a apresentou como “a futura namorada” para a mãe. Ela respondeu: “não sou, desculpa, moça”.

A frase foi verdadeira por pouco tempo. Um mês depois de eles se conhecerem, ela foi viajar por uma semana. “Senti saudades. Na volta, pedi ela em namoro.”

Desde então, os dois falam de casamento. E ele sempre quis fazer o pedido de modo inusitado.

Não que ele fosse o rei das surpresas. Num aniversário, levou-a para pular de paraquedas. “Tive medo que ela fosse amarelar na hora e acabei contando os meus planos um dia antes. Ela disse que eu poderia ter simplesmente levado ela até lá, que ela pularia de surpresa mesmo.”

O que levou-a a dizer algumas vezes para ele: “Você não sabe fazer surpresa”. Nos últimos meses, alguns amigos do casal começaram a noivar. “Eu olhava e falava: ‘pô, não é assim que eu quero’. Eu queria ser diferente e esculachar todos os outros.”

Não só manteve o segredo enquanto tentava concretizar a ideia quanto parece ter sido bem-sucedido na humilhação dos pares.

Depois de marcar a viagem, Jessé mandou uma mensagem para a produção do “Caldeirão do Huck”, pedindo ajuda na empreitada. Não obteve resposta.

Em 29 de agosto, ao chegar aos EUA, ele correu para conseguir comprar uma câmera GoPro com que conseguisse filmar o evento. Escondeu a aliança dentro da calça “skinny doida”, respirou fundo e foi.

Ainda no Brasil tinha visto que a grife American Eagle permitia a clientes aparecer por 15 segundos nos paineis luminosos na frente da loja. Mentiu para a namorada que queria comprar um gorro na loja e a fez esperar por algum tempo na porta, enquanto tirava a foto ajoelhado, com a aliança nas mãos, para ser projetada no telão.

Enquanto isso, ela esperava ansiosamente. Parada ao lado do balcão de calças, começou a ser confundida com uma vendedora e ouvir perguntas de clientes. “Ele não voltava! A raiva tomou conta e não conseguia pensar em mais nada.”

Uma funcionária da loja pediu que ela esperasse do lado de fora. “Nunca ia pensar que fosse pedido de casamento, só queria matar ele!”

Foi quando ele apareceu, com o bastão da câmera em punho, e pediu que ela olhasse para a tela. Em segundos, apareceu um Jessé gigante, ajoelhado. O namorado de tamanho humano também se ajoelhou no meio do Times Square, que estava em obras, e fez o pedido.

“Eu fiquei parada. Pareceu que foi muito devagar para eu processar tudo.” Olhou para ele e proferiu a palavra “idiota”, antes de começar a chorar.

O casamento ainda não foi marcado. Felicidade aos noivos.

————————–

Curta a página do “Digo Sim” no Facebook aqui.

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade